terça-feira, 17 de maio de 2011

hoje acordei com o coração tão apertado que estava sem fôlego, não me saia da mente três pessoas,
justamente as que eu havia brigado a um tempo atrás.
me sinto mal por tudo ter acontecido de uma forma tão diferente da qual eu havia previsto
porque posso dizer de coração que não era minha intenção ferir ninguém.
de tudo que faço na vida de uma forma ou de outra tento ajudar alguém, mais esta sendo tão difícil.
por mais que na bíblia diga que não podemos ter inveja dos injustos é tão complicado não fazer isso porque parece que o mundo só da chance para aqueles que são assim.
as vezes quando sento na janelo do meu quarto e olho para o céu, na maioria das vezes fico a me perguntar o porque do mundo ser tão Falso.
não digo só porque estou me sentindo péssima nesse momento e muito menos por causa da situação que me encontro, mais por causa de tantas coisas que já presenciei nessa vida.
Nos últimos tempos só tenho visto coisas que me decepcionam, coisas que contribuem para meu afastamento das pessoas. cada vez mais me tranco no meu mundo, me calo, me omito tanto dessa vida, quanto das pessoas que me rodeiam.
Porque o mundo é tão injusto?
sabe, queria poder ser diferente, diferente da pessoas que sou.
queria poder achar tudo natural
ter ídolos como uma pessoa normal, saber mentir de vez enquanto mesmo que fosse apenas por brincadeira
queria poder não levar tudo a serio, demonstrar amor a quem merece e não a quem foge de mim
queria poder  mesmo que fosse só por um dia pensar somente na pessoa em que sou e não no que se passa na vida das pessoas que eu conheço.
queria não importar tanto com os sofrimentos dos outros.
de verdade eu queria poder pensar na minha vida e no que eu vou fazer dela como uma pessoa normal
deixar de lado o problema dos que estam a minha volta e tratar a vida deles como eles tratam a minha.
Seria tudo mais fácil!
Espero algum dia entender o motivo de tudo ser como é, e algum dia acreditar que tudo aconteceu como deveria ter acontecido, pra quem sabe,
me sentir melhor.

Nenhum comentário: